Se eu tiver que dizer minhas últimas palavras, que sejam as suas as minhas

Se eu tiver que dizer
minhas últimas palavras,
que sejam as suas as
minhas.

"As amizades que eu
tenho, ou melhor, as
poucas amizades que eu
tenho, elas demoraram
um certo tempo para se
tornarem o que são. Mas
a sua não; a sua foi em
pouco, e o valor dela é
igual as que fazem muito
tempo que eu tenho.
Talvez até mais especial
por eu passar mais tempo
com você. Você tem um
modo de pensar de certa
forma semelhante ao
meu.

Você sempre vai ser
assim, né? Um momento
em que ajo de maneira
diferente do que estou
acostumado, você escreve
essas coisas em que não
me cansaria de ler jamais.

E sabe, eu fico espantado
em ver como as coisas
aconteceram; em como foi
possível eu encontrar
alguém assim como você.
"Porque quando todos me
deixaram, você
permaneceu, firme e
forte" e vai ser assim,
sempre. Você se tornou
parte da minha vida. Se
sua vida não tem sentido
sem mim, então, ela
sempre terá sentido. Tudo
que te disse até hoje foi
verdadeiro, foi sincero. Eu
não tenho palavras pra
descrever o quão
importante você é.

Acho que a vida me
economizou nas amizades
da infância e da
adolescência para agora
me dar sua amizade;
afinal, ela não vale por
uma só, vale por muito
mais; não tem nem
valores que possam
descrevê-la. Eu só tenho a
agradecer por tudo que
você é. Por ter sua
amizade. Algo que me
deixa feliz e de certa
forma me completa, é
saber que fui capaz de
fazer tudo isso por alguém
que gosto, mesmo na hora
sem saber que eu estava
tendo tanta importância.

Ficaria uma semana
escrevendo tudo o que
você significa pra mim. E
eu só tenho a agradecer.
Lembra o que eu te falei
sobre a parte do deserto?
Então. Está disposto a
caminhar? Se sim, então
vamos em frente que eu
iriei te ajudar mais um
pouco. Não esqueça que
eu te amo muito. Não é
um eu também, nem uma
resposta por educação,
muito menos um oi. É um
sentimento verdadeiro e
puro."