♥Morreu Whitney Houston, "A Voz" e a rainha dos prémios (Triste...Não pode ser!) ***LUTO


Morreu a cantora e actriz americana Whitney Houston. De acordo com a polícia de Beverly Hills, a morte da cantora foi declarada às 15h55 (23h55 em Lisboa) e o corpo foi encontrado num quarto do Beverly Hilton Hotel, em Beverly Hills. A causa da morte de Houston é para já desconhecida. Mark Rosen, da polícia de Beverly Hills, disse aos jornalistas que, até agora, "não foram encontrados sinais de crime”.

"I am so sadddddddddddd and nobody can imagine how much I admire Whitney Houston and how much I am sorry for this bad day...ohhh she's gone... and I can't believe she passed away...oh my God, it hurts me so much...I do love her and she will always be that only one and I will always love her! My DIVA, wherever you are I know you are in a very good place, I love ya!" Oséias Alves


 
Durante um concerto nos Grammy, em 2011

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Actuação em 2009 nos American Music Awards, em Los AngelesMario Anzuoni/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011 
Whitney Houston na véspera da cerimónia dos Grammy, em 2011Phil McCarten/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Saída do corpo de Whitney Houston do hotel Beverly HiltonJonathan Alcorn/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Operadores de câmara e fotógrafos acompanham saída do corpo da cantora do hotelDanny Moloshok/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011 
Durante uma peregrinação à Terra Santa, em 2002Ygal Levi/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Fãs deixaram flores e velas na rua junto ao hotel Beverly HiltonRobyn Beck/AFP

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Concerto "VH1 Divas Duets" , em Los Angeles, em 2003Ethan Miller/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Durante um concerto em Rabat, Marrocos, em 2008Abdelhak Senna/AFP

Durante um concerto nos Grammy, em 2011  
Durante um concerto dos Grammy, em 2000Gary Hershorn/Reuters

Durante um concerto nos Grammy, em 2011 
Num programa da televisão alemã, em 2009Johannes Eisele/Reuters












A notícia da morte de Whitney Houston (9 de Agosto, 1963, Newark, New Jersey) foi avançada pelo seu agente, Kristen Foster, à agência de notícias norte-americana Associated Press.

A artista foi encontrada morta num quarto do 4º andar do mesmo hotel onde decorria uma festa que antecede a entrega dos Grammys, organizada por Clive Davis, mentor de Whitney Houston. As celebridades que chegavam para a festa expressaram choque ao tomarem conhecimento da morte da cantora. Dezenas de jornalistas concentraram-se no hotel e no exterior os fãs juntaram-se, acendendo velas em sua memória e cantando as suas músicas.

Whitney Houston "foi identificada por amigos e família que estavam com ela no hotel", confirmou Mark Rosen, acrescentando que não há sinais de crime. A polícia de Los Angeles retirou o corpo da cantora pelas traseiras do hotel para evitar os jornalistas.

Neil Portnow, presidente da Recording Academy, organizadora dos Prémios Grammy, disse aos convidados na festa de Clive Davis que Jennifer Hudson vai cantar este noite na entrega dos prémios, em homenagem a Whitney Houston. "Faremos algo apropriado e nada será melhor do que ter Jennifer Hudson a cantar no palco por Whitney", disse Portnow. "Aqui costumamos celebrar... vamos celebrar Whitney Houston".

Houston, que tinha tinha 48 anos, alcançou fama planetária sobretudo por causa do filme “O Guarda-Costas” (1992), onde interpretou o papel de uma estrela do mundo da música e contracenou com Kevin Costner. A banda sonora do filme, cuja interpretação também esteve a seu cargo, foi distinguida com um Grammy, prémio que recebeu várias vezes. A canção "I Will Always Love You", original de Dolly Parton, tornou-se no single com maior sucesso de vendas na história do rock. Foi uma das divas da indústria da música com vendas de discos a bater recordes e inúmeros concertos esgotados.

Whitney Houston foi ainda a primeira artista a colocar sete “singles” consecutivos no topo das vendas, segundo a imprensa especializada. Entre as suas canções mais conhecidas figuram “How Will I Know”, "I'm Every Woman" e “Saving all My Love for You”.

Outrora apelidada “A Voz” e figura dominante da cena musical americana da pop e da soul nos anos 80 e 90, Whitney Houston imputava ao seu ex-marido a responsabilidade dos problemas que a levaram ao declínio pessoal e profissional. Para Whitney, Brown, com quem esteve casada entre 1992 e 2007, era violento e ciumento. Desta relação nasceu Bobbi Kristina.

Para além da música e do estrelato alcançado com "O Guarda-Costas", Houston participou nos filmes "Waiting to Exhale" (1995), "The Preacher's Wife" (1996) e "Sparkle" (2012), longa-metragem inspirada na história das Supremes e remake do filme com o mesmo nome de 1976. Em "Sparkle", com estreia agendada para Agosto deste ano, Houston interpreta Emma/Effie, uma das três irmãs adolescentes do bairro de Harlem, Nova Iorque, que decidiram formar uma banda no final dos anos 50.

O primeiro disco da carreira, "Whitney Houston" (1985), vendeu 25 milhões de cópias. No total, Whitney Houston lançou sete álbuns e três bandas sonoras para filmes, registos que venderam mais de 200 milhões de cópias. Ganhou seis Grammys, 30 Billboard Awards, 22 American Music Awards e dois Emmys. Até 2010, somava 415 prémios de música, o que, segundo o livro dos recordes do Guiness, a transformam na artista mais premiada de sempre.

Nos últimos anos, a carreira de Whitney Houston foi marcada por actuações erráticas e a sua vida pessoal passou a ser notícia por causa de um casamento tumultuoso com o cantor Bobby Brown e também por causa da dependência do álcool e das drogas (confessou consumo de cocaína e marijuana). “O meu maior inimigo sou eu. Sou ao mesmo tempo o meu melhor amigo ou o meu pior inimigo”, disse em 2002 numa entrevista polémica à cadeia de televisão ABC, ao lado do marido Brown.
Em 2010, cancelou uma parte da sua tournée europeia e foi hospitalizada por causa de uma infecção respiratória. A sua última aparição pública aconteceu na quinta-feira à noite, altura em que entrou numa discoteca de Hollywood “desorientada”, segundo a cadeia de televisão ABC. A origem familiar de Houston potenciou a ligação à música: era filha da cantora gospel Cissy Houston, prima da diva pop dos anos 60 Dionne Warwick e afilhada da chamada da rainha da soul Aretha Franklin. Quando era pequena, cantou na igreja baptista e desde então não mais parou de surpreender com a sua voz potente a talhada para as notas altas. No início da carreira, chegou a fazer coro para Chaka Khan, Jermaine Jackson e outros músicos ao mesmo tempo que geria uma carreira como modelo. Por essa altura, Clive Davis, produtor e fundador de editoras como a Arista Records ou a J Records, assistiu a um concerto e ficou impressionado. “A primeira vez que a vi senti um enorme impacto”, lembrou ao programa "Good Morning America". Em 1983, assinou um contrato com a Arista por 20 anos.

Whitney Houston influenciou gerações de artistas, onde se contam nomes como Christina Aguilera ou Mariah Carey

A notícia da morte de Whitney Houston acontece na véspera da noite onde serão entregues os Grammy Awards, os prémios americanos da indústria da música, agendados para a noite de domingo, no Staples Center de Los Angeles. Os organizadores daqueles que são considerados os óscares da música disseram à CNN que a cerimónia vai manter-se, mas deverá ser totalmente modificada para prestar homenagem à cantora.

Discografia

- "Whitney Houston" (1985)
- "Whitney" (1987)
- "I'm Your Baby Tonight" (1990)
- "My Love Is Your Love" (1998)
- "Just Whitney" (2002)
- "One Wish: The Holiday Album" (2003)
- "I Look to You" (2009)